Presidente de centro social é agredido com socos e tapas por pais de crianças maltratadas por professora em creche

  • 24/06/2024
(Foto: Reprodução)
Agressão contra o presidente ocorreu na manhã desta segunda-feira (24) em São José do Rio Preto (SP). Manoel Neves disse que lamenta o ocorrido e entende a revolta dos pais. A professora suspeita de agredir os alunos foi demitida na sexta-feira (21). Presidente de centro social é agredido por pais de crianças em creche em Rio Preto O presidente do Centro Social Estoril foi agredido com socos e tapas por pais de crianças durante uma reunião para esclarecimentos sobre o caso da professora suspeita de maltratar alunos na “Creche Irmã Julieta”. A profissional foi demitida na sexta-feira (21). Já a agressão contra o presidente ocorreu na manhã desta segunda-feira (24) em São José do Rio Preto (SP). 📲 Participe do canal do g1 Rio Preto e Araçatuba no WhatsApp Imagem mostra professora agredindo crianças em creche de São José do Rio Preto (SP) A reunião foi marcada após a indignação e revolta dos familiares dos estudantes que pediram explicações a respeito das agressões cometidas pela funcionária. Imagens enviadas à TV TEM na sexta-feira (21) mostram cenas de violência e desrespeito. Em uma delas, registrada no dia 4 de junho, é possível ver o momento que a profissional abre a porta da sala de aula e joga um dos meninos no chão (assista aos vídeos acima). Presidente de centro social é agredido por pais de crianças em creche em Rio Preto (SP) Arquivo pessoal Em outra, dessa vez gravada em 11 de junho, ela pega uma menina pelo braço e arremessa em um dos colchões durante o momento da soneca dos estudantes. Na unidade de ensino, durante a reunião, pais revoltados se exaltaram e agrediram o presidente Manoel Neves, conhecido como "Mané", com socos e tapas. Ele sofreu ferimentos leves e sangramento no nariz. A Guarda Civil Municipal (GCM) foi acionada e interveio na briga, para conter os pais. Polícia investiga professora por maus-tratos a crianças em creche em Rio Preto A creche atende cerca de 330 crianças, de zero a quatro anos, que estudam em período integral. A professora demitida trabalhou por seis anos na instituição, que começou a ser monitorada com câmeras há 4 anos. O Ministério Público foi acionado. Um boletim de ocorrência por maus-tratos contra a professora foi registrado no sábado (22). A Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) investiga o caso. Professora foi flagrada agredindo aluno em creche em Rio Preto (SP) Reprodução/Câmera de segurança Posicionamentos Em entrevista à TV TEM, o agressor e empresário Deuclides Luis da Silva informou que Manoel se comprometeu a enviar um vídeo das câmeras de segurança da creche, em que constam que o filho dele foi agredido pela professora demitida, mas não o fez. "Hoje de manhã eu fui questionar o 'Mané', ele disse para mim que estaria do meu lado e me apoiaria em tudo. Só que eu vi fotos dele passeando com a pessoa que estava agredindo meu filho. Eu fui cobrar ele, na hora ele virou as costas e tentou sair correndo. Eu tenho sangue quente, é meu filho, eu simplesmente dei um soco. Agredi ele sim, estou errado, não é assim que resolve as coisas, mas se põe no meu lugar. Ele como sendo diretor da instituição tinha que tomar alguma responsabilidade sobre isso, mas ele não fez nada", disse Deuclides. Professora é demitida por suspeita de agressão em creche de São José do Rio Preto (SP) À TV TEM, Manoel lamentou o ocorrido e disse que entende o sentimento dos pais, uma vez que envolve agressão aos filhos. Já o diretor voluntário Osvaldo Luiz Baptista informou que a creche desconhecia a violência praticada pela professor e soube sobre o caso a partir da denúncia de uma das mães. “Estamos agora apurando as responsabilidades individualmente de cada um que tenha participado por omissão nessa situação”, afirmou o diretor. Professora é demitida suspeita de agredir criança em creche de São José do Rio Preto (SP) reprodução / Câmera de Segurança Em nota, o Centro Social Estoril, que administra a creche, confirmou que instaurou um processo administrativo para investigar o caso e responsabilizar qualquer pessoa que tenha envolvimento na situação. Os fatos, segundo a instituição, foram comunicados ao Conselho Tutelar Sul da Infância e Juventude. A Secretaria Municipal de Educação disse, também em nota, que repudia casos de maus-tratos que não condizem com as normas e orientações repassadas. Veja mais notícias da região no g1 Rio Preto e Araçatuba. VÍDEOS: confira as reportagens da TV TEM

FONTE: https://g1.globo.com/sp/sao-jose-do-rio-preto-aracatuba/noticia/2024/06/24/presidente-de-centro-social-e-agredido-com-socos-e-tapas-por-pais-de-criancas-maltratadas-por-professora-em-creche.ghtml


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

Anunciantes